14.11.11

cheiro de chuva e solidão


Hoje a chuva visita minha morada, minhas janelas, meu chão. Mminha casa e minha alma. Peço-a que lave a dor que por ora dói em meu coração. Imploro-a que lave minhas lágrimas e me dê repouso. Choro com ela e sorrio perante a alegria e conforto que o cheiro dela tem. Cheiro de chuva. Olor de orvalho, sentidos aguçados para um universo distinto do meu. Cheiro de frescor, de terra molhada, de poluição cessada - por instantes. Quisera eu, nesse minuto em que aqui me dilacero, estar sentada numa serra verdejante, tão somente vivendo a chuva e deixando o passado para trás. Nem me pressionando por um presente desgastante e decepcionante - por pessoas e por mim. 

A chuva está parando...mas a dor não.

11.11.11

Não vou me deixar embrutecer
 Eu acredito nos meus ideais
 Podem até maltratar meu coração 
Que meu espírito 
Ninguém vai conseguir quebrar.


Legião Urbana - Um dia perfeito

adeus

Eu não me perdi e mesmo assim você me abandonou
Você quis partir
e agora estou sozinho
Mas vou me acostumar
com o silêncio em casa
com um prato só na mesa

Eu não me perdi
o Sândalo perfuma o machado que o feriu
Adeus, adeus, adeus meu grande amor

E tanto faz
de tudo o que ficou
guardo um retrato teu
E a saudade mais bonita

Eu não me perdi
e mesmo assim ninguém me perdoou
Pobre coração -
quando o teu estava comigo era tão bom.

Não sei por quê acontece assim e é sem querer
O que não era pra ser:
Vou fugir dessa dor.
Meu amor, se quiseres voltar -
volta não
Porque me quebraste em mil pedaços.

(Legião Urbana)

angor...

Se tens um coração de ferro, bom proveito. O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia. (José Saramago)





Lembrar é fácil para quem tem memória. Esquecer é difícil para quem tem coração.(Shakespeare)

Será que você vai saber o quanto penso em você com o meu coração? (Renato Russo)

10.11.11

"Nascendo do São Francisco"


Ele nunca entendeu como aquela
Agüinha de nada que nascia aqui e ali
Numas mirradas minas e bicas no alto da Serra da Canastra
Poderia virar um São Francisco.
Como aquela agüinha que cabia em suas mãos
Iria um dia virar mar?
E em Pirapora, São Romão tornar-se imemorial, intenso?
É como o amor, pensou.
Começa a num desaviso,
Num não querer querendo
Num começar crescendo
Até assumir a sua forma definitiva e corpórea
Ai já estamos imensos
E desagüamos no outro o nosso tanto.

(Ronald Claver)

6.11.11

clichê, mas bem propício

Quem não te procura, não sente a tua falta.
Quem não sente a tua falta, não te ama.
O destino determina quem entra na tua vida, mas tu decides quem fica nela.
A verdade dói só uma vez! A mentira cada vez que te lembras.
Então, valoriza quem te valoriza  e não trates como prioridade quem te trata como opção.
 Resumindo: se um homem NÃO quer ficar com você, NÃO te liga NEM sente sua falta, ele NÃO está AFIM de VOCÊ. 
Sad, BUT True. :(
 

3.11.11

I love people who can make me laugh, when I don't even want to smile.




1.11.11

alma triste

Toda pessoa amargurada vive sempre com a alma sangrando por dentro, gotejando lágrimas de um eterno sofrer. A amargura, quando cria raízes no coração, produz o ressentimento, o desencantamento da vida, a tristeza contínua que logo é refletida através de um olhar distante e sem brilho, pelo sorriso vazio ou pelo coração fechado para o amor. Quantas pessoas há que não conseguem mais sorrir, perderam completamente a alegria de viver! Como é possível viver feliz com amargura no coração ?


Quero que minha alma seja como o céu: limpído, colorido e lindo. As doenças da alma afligem o corpo e nos tornam infelizes. Nublados. Quero o azul divino em meu coração!



A vida é um dom de Deus. Viver bem é uma necessidade e também um desafio.
Cuide de seu corpo, elimine tudo que lhe faz mal, mas cuide também de sua vida interior, eliminando as “toxinas” e as “gorduras” da alma; elas adoecem as emoções, deformam a estética de nossa interioridade e produzem muitos males ao longo da vida.


“Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso que ocupe o vosso pensamento”.
(Filipenses 4 : 8)

25.10.11

amare

Não se afobe, não
Que nada é pra já
O amor não tem pressa
Ele pode esperar em silêncio
Num fundo de armário
Na posta-restante
Milênios, milênios
No ar

E quem sabe, então
O Rio será
Alguma cidade submersa
Os escafandristas virão
Explorar sua casa
Seu quarto, suas coisas
Sua alma, desvãos

Sábios em vão
Tentarão decifrar
O eco de antigas palavras
Fragmentos de cartas, poemas
Mentiras, retratos
Vestígios de estranha civilização

Não se afobe, não
Que nada é pra já
Amores serão sempre amáveis
Futuros amantes, quiçá
Se amarão sem saber
Com o amor que eu um dia
Deixei pra você.

(Chico Buarque, "Futuros Amantes")



24.10.11

"Nunca deixe nas mãos de ninguém uma responsabilidade tão grande quanto a de assumir e promover sua felicidade!

SEJA FELIZ, mesmo que faça calor, mesmo que esteja doente, mesmo que não tenha dinheiro, mesmo que alguém tenha te machucado, mesmo que alguém não te ame ou não te dê o devido valor."


20.10.11

gostosura & travessura

O tempo passa ? Não passa
no abismo do coração.
Lá dentro, perdura a graça
do amor, florindo em canção.

O tempo nos aproxima
cada vez mais, nos reduz
a um só verso e uma rima
de mãos e olhos, na luz.

Não há tempo consumido
nem tempo a economizar.
O tempo é todo vestido
de amor e tempo de amar.

O meu tempo e o teu, amada,
transcendem qualquer medida.
Além do amor, não há nada,
amar é o sumo da vida.

São mitos de calendário
tanto o ontem como o agora,
e o teu aniversário
é um nascer a toda hora.

E nosso amor, que brotou
do tempo, não tem idade,
pois só quem ama escutou
o apelo da eternidade.


(O tempo passa, Carlos Drummond de Andrade)

16.10.11

Chove. Que fiz eu da vida?
Fiz o que ela fez de mim...
De pensada, mal vivida...
Triste de quem é assim!

Numa angústia sem remédio
Tenho febre na alma, e, ao ser,
Tenho saudade, entre o tédio,
Só do que nunca quis ter...

Quem eu pudera ter sido,
Que é dele? Entre ódios pequenos
De mim, estou de mim partido.
Se ao menos chovesse menos!

-Fernando Pessoa-

11.10.11

luto

Hoje meu coração está de luto, mas não triste como outrora. A compreensão que o tempo traz nos faz perceber a beleza dos desígnios divinos. A minha lembrança, no entanto, eternizo. Coração de mãe não esquece.

8.10.11

I've been looking out for you... ;)

sobre príncipes (des)encantados

Numa atividade em sala de aula a professora pergunta:

Professora: Qual personagem de conto de fadas vocês querem ser?

Aluna1: A Branca de Neve.

Professora: Por quê?

Aluna1: Ela é linda, e tem um príncipe que à ama, com cavalos, castelos, e ela tem um final feliz.

Professora: E você?

Aluna2: Eu quero ser a Rapunzel. Porque ela é linda, e tem um príncipe que lutou por ela. E ela mora em um castelo gigante, o mais bonito de todos!

Professora: (virando-se para uma menina especial) E você Marina, qual você quer ser?

Marina: Eu quero ser a princesa Fiona, do Shrek.

Professora: Mas por quê? Você não quer ser a Cinderela, ou outra mais bonita?

Marina: Não. A Fiona é a mais bonita. Ela se aceita como ela é, diferente de todos como eu, pra viver com quem ela realmente ama e que também ama ela de verdade. Ela tem um burro que fala isso não é mais legal do que cavalos tia? Veja só, ela é feliz e não precisa de castelos nem de um homem bonito por fora. Eu queria um Shrek pra mim. Queria que alguém me aceitasse por quem eu sou. E ele me ensinou que eu não preciso ser perfeita pra ter um final feliz.

3.10.11

Senhor, fazei com que eu aceite
minha pobreza tal como sempre foi.

Que não sinta o que não tenho.
Não lamente o que podia ter
e se perdeu por caminhos errados
e nunca mais voltou.

Dai, Senhor, que minha humildade
seja como a chuva desejada
caindo mansa,
longa noite escura
numa terra sedenta
e num telhado velho.

Que eu possa agradecer a Vós,
minha cama estreita,
minhas coisinhas pobres,
minha casa de chão,
pedras e tábuas remontadas.
E ter sempre um feixe de lenha
debaixo do meu fogão de taipa,
e acender, eu mesma,
o fogo alegre da minha casa
na manhã de um novo dia que começa.

[Cora Coralina, Humildade]
 

2.10.11

amor em pedaços.

"So love is hard
And love is tough
But love is not
What you're thinking of."

Hoje é o dia dos corações partidos? Corações perfeitos não existem. As feridas que se avolumam dia após dia é parte de uma maioria de corações...que choram e lamentam. Quantas pessoas terão tido seus corações despedaçados no dia de hoje? O lance do amor é que ele não pode virar estatística. Ele só pode ser sentido - lamentavelmente ou não. Hoje fico em pedaços...

"Este o nosso destino: amor sem conta,
distribuido pelas coisas pérfidas ou nulas,
doação ilimitada a uma completa ingratidão,
e na concha vazia do amor a procura medrosa,
paciente, de mais e mais amor.

Amar a nossa falta mesma de amor,
e na secura nossa amar a água implícita,
e o beijo tácito, e a sede infinita."

(Carlos Drummond de Andrade)

25.9.11

do cais do amor absurdo.


Áspero amor, violeta coroada de espinhos,
cipoal entre tantas paixões eriçado, lança das dores,
corola da colera, por que caminhos
e como te dirigiste a minha alma?
Por que precipitaste teu fogo doloroso, de repente,
entre as folhas frias do meu caminho?
Quem te ensinou os passos que até mim te levaram?
que flor, que pedra, que fumaça
mostraram minha morada?
O certo é que tremeu noite pavorosa,
a aurora encheu todas as taças com teu vinho
e o sol estabeleceu sua presença celeste,
enquanto o cruel amor sem trégua me cercava,
até que lacerando-me com espadas
e espinhos abriu no coração um caminho queimante. 

(Pablo Neruda)

20.9.11

a música perfeita.


Die Nacht öffnet ihren Schoß
Das Kind heißt Einsamkeit
Es ist kalt und regungslos
Ich weine leise in die Zeit

A noite abre sua capa
O nome da criança é solidão
Está gelada e imóvel
Eu choro suavemente no tempo

Ich weiß nicht wie du heißt
Doch ich weiß, dass es dich gibt
Ich weiß, dass irgendwann
Irgendwer mich liebt

Eu não sei qual é seu nome
Mas eu sei que você existe
Eu sei que qualquer dia
Alguém irá me amar

He comes to me every night
No words are left to say
With his hands around my neck
I close my eyes and pass away

Ele vem a mim toda noite
Não há palavras para falar
Com suas mãos em torno do meu pescoço
Eu fecho meus olhos e faleço

I don't know who he is
In my dreams he does exist
His passion is a kiss
And i can not resist

Eu não sei quem ele é
Em meus sonhos ele existe
Sua paixão é um beijo
E eu não posso resistir

Ich warte hier
don't die before i do
Ich warte hier
Stirb nicht vor mir

Eu espero aqui
Não morra antes de mim
Eu espero aqui
Não morra antes de mim

I don't know who you are
I know that you exist
(Stirb nicht)
Sometimes love seems so far
(Ich warte hier)
Your love i can´t dismiss

Eu não sei quem você é
Eu sei que você existe
(Não morra)
As vezes o amor parece tão distante
(Eu espero aqui)
O seu amor eu não posso rejeitar

Ich warte hier
Alle Häuser sind verschneit
Und in den Fenstern Kerzenlicht
Dort liegen sie zu zweit
Und ich, ich warte nur auf dich

Eu espero aqui
Todas as casas estão cobertas de neve
E luz de velas nas janelas
Eles repousam lá juntos
E eu, eu apenas espero por você

Ich warte hier
don't die before i do
Ich warte hier
Stirb nicht vor mir

Eu espero aqui
Não morra antes de mim
Eu espero aqui
Não morra antes de mim.




Rammstein - Stirb Nicht Vor mir

19.9.11

Desistir? Eu já pensei seriamente nisso, mas nunca me levei realmente a sério.
É que tem mais chão nos meus olhos do que cansaço nas minhas pernas, mais esperança nos meus passos do que tristeza nos meus ombros, mas estrada no meu coração do que medo na minha cabeça.

[Cora Coralina]

12.9.11

the wait...

"Who wants to live forever?

Who dares to love forever?

When love must die?

Oh! Touch my tears with your lips
Touch my world with your fingertips
And we can have forever
And we can love forever
Forever is our today

Who wants to live forever?
Who wants to live forever?
Who waits forever anyway?"

('Who wants to live forever '-  Queen - 1986)

11.9.11

by Oswaldo Augusto (http://oswaldoaugusto.com/)
"[...] Eu cheguei à conclusão que se o amor é verdadeiro, não existe sofrimento." (Renato Russo)

10.9.11

Gustav Klimt - O beijo

meu estado de espírito...

"Tanto de meu estado me acho incerto,
Que em vivo ardor tremendo estou de frio;
Sem causa juntamente choro e rio,
O mundo todo abarco, e nada aperto.

É tudo quanto sinto um desconcerto:
Da alma um fogo me sai, da vista um rio;
Agora espero, agora desconfio;
Agora desvario, agora acerto.

Estando em terra, chego ao céu voando;
Num'hora acho mil anos, e é de jeito
Que em mil anos não posso achar um'hora. [...]"

(Luís Vaz de Camões)

9.9.11

"Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir

Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir

Se nós, nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir

Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu

Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu

Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios inda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair

Não, acho que estás se fazendo de tonta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir..."

(Chico Buarque - Eu te amo)

3.9.11

ver amor onde não tem.



"Tempo de absoluta depuração.
Tempo em que não se diz mais: meu amor.
Porque o amor resultou inútil.
E os olhos não choram.
E as mãos tecem apenas o rude trabalho.
E o coração está seco.

Em vão mulheres batem à porta, não abrirás.
Ficaste sozinho, a luz apagou-se,
mas na sombra teus olhos resplandecem enormes.
És todo certeza, já não sabes sofrer.
E nada esperas de teus amigos.

Pouco importa venha a velhice, que é a velhice?
Teus ombros suportam o mundo
e ele não pesa mais que a mão de uma criança.
As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios
provam apenas que a vida prossegue
e nem todos se libertaram ainda.

Alguns, achando bárbaro o espetáculo
prefeririam (os delicados) morrer.
Chegou um tempo em que não adianta morrer.
Chegou um tempo que a vida é uma ordem.
A vida apenas, sem mistificação."
(Carlos Drummond de Andrade)

26.8.11

dia de poesia!

Quando eu vi você
tive uma idéia brilhante
foi como se eu olhasse
de dentro de um diamante
e meu olho ganhasse
mil faces num só instante

basta um instante
e você tem amor bastante

um bom poema
leva anos
cinco jogando bola,
mais cinco estudando sânscrito,
seis carregando pedra,
nove namorando a vizinha,
sete levando porrada,
quatro andando sozinho,
três mudando de cidade,
dez trocando de assunto,

uma eternidade, eu e você,
caminhando junto...

[Paulo Leminski, Amor bastante]

23.8.11

e a tal da amizade?

 Amizade é um universo simples e complexo, ao menos pra mim. Tem amigo que você faz tudo, procura, ajuda, chora, grita, ama. Considera irmão. E esse amigo gosta de você, sem muito afeto assim, sem aquela entrega. Se bobear mal lembra de você. E tem aquele amigo que você acha distante e na hora H, tá lá. Quer saber de você, dividir sonhos e medos. E aí você descobre jeitos novos de amar.
 Às vezes torna-se cansativo ligar ou valorizar amigos que consideram outros como irmão querido e você como item adicional. Com esse desabafo me dou conta que minha - já minúscula - lista de melhores amigos mingua cada dia mais. Ficará vazia? Vazia já estou eu.

dias complexos...

11.7.11

None but the lonely hearts

Ao som de Tchaikovsky...tento esquecer o inesquecível, esquecer a solidão e a memória de dias não vindouros. Cada dia é uma efêmera experiência de semi existência, dias delineados pela perene esperança de ver o arco-íris brotar no céu da consciência de um dia feliz e orvalhado. Hoje minhas ideias refugiam-se no coração - e aqui ficarão...hoje.
"None but the lonely heart
Can know my sadness
Alone and parted
Far from joy and gladness
Heaven's boundless arch I see
Spread out above me
O(h) what a distance drear to one
Who loves me
None but the lonely heart
Can know my sadness
Alone and parted
Far from joy and gladness
Alone and parted far
From joy and gladness
My senses fail
A burning fire
Devours me
None but the lonely heart
Can know my sadness..."  

28.6.11

Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. O romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance. Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando, porque embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu. 

(Luís Fernando Veríssimo)

19.6.11

Uma noite, um velho índio falou ao seu neto sobre o combate que acontece dentro das pessoas.
Ele disse: - Há uma batalha entre dois lobos que vivem dentro de todos nós.
Um é Mau - É a raiva, inveja, ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância, pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, orgulho falso, superioridade e ego.
O outro é Bom - É alegria, fraternidade, paz, esperança, serenidade,
humildade, bondade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé.
O neto pensou nessa luta e perguntou ao avô: - Qual lobo vence?
O velho índio respondeu: 

 "Aquele que você alimenta!"

4.6.11

AMOR & AMIZADE

eis a prova de que alguma pessoas, felizmente, ainda se importam:

http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2011/06/estudantes-raspam-cabelo-para-apoiar-colega-com-cancer-em-mg.html



hoje fui ao Oasis Anima preparar a ação em uma comunidade carente e garanto: amar e ajudar o próximo faz bem ao coração, faz bem à alma. beijos!

3.6.11

é isso aí

É isso aí
Como a gente achou que ia ser
A vida tão simples é boa
Quase sempre

É isso aí
Os passos vão pelas ruas
Ninguém reparou na lua
A vida sempre continua

Eu não sei parar de te olhar
Eu não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de olhar
Eu não sei parar
De te olhar

É isso aí
Há quem acredite em milagres
Há quem cometa maldades
Há quem não saiba dizer a verdade

É isso aí
Um vendedor de flores
Ensinar seus filhos a escolher seus amores.

(Ana Carolina; Seu Jorge)

memories




30.5.11

Mulher de SAGITÁRIO


vi no facebook de alguém e achei completamente a ver comigo! deu até medo!! vou salvar aqui :)


Se você chegar com um "Essa blusa tá feia?" Ela vai responder simplesmente que "Sim". É muito capaz que quando você pergunte se ela te ama ela venha com um "Amo! Mas as vezes eu penso também se não seria melhor se fossemos amigos...". Elas são tão sinceras que uma hora você vai desejar que elas mintam. Mas não se acanhe. Quando elas fazem um elogio ou algo do tipo, é mais especial do que o normal porque você sabe que ela está dizendo a verdade. É que ela enxerga o mundo tal como ele é, ainda que por trás das lentes cor-de-rosa. É de se admirar como as sagitarianas conseguem enxergar toda a dureza do mundo e ainda assim acreditar que tudo vai melhorar. Otimistas convictas!
Mas quem avisa amigo é: nunca mande elas fazerem alguma coisa. Peça!! Até a mãe dela tem dificuldade em mandar nessa mulher. Quem é você pra ser mais que a mãe dela né? Mas de vez em quando as sagitrianas gostam de fazer seus testes com as pessoas. Podem vir pra cima de você com algum deles e a pessoa terá que demonstrar que é firme no que diz. Enventualmente a língua das nativas de sagitário acabam se tornando sarcásticas demais e ai é preciso ter mão firme e dar uma de Tarzan.
Ela sente de acordo com a forma que age e pensa do jeito que fala. Sua maneira de ser e dizer acaba provocando mal-entendidos ao longo de sua vida, bagunçando seus sentimentos. Mas é muito provável que ninguém vá saber o que se passa com ela e todos acham que tudo está muito bem. Ela nao vai falar mais sobre o assunto que a entristece até porque ela odeia ir até o âmago de qualquer questão que seja. As vezes é tarde demais para contornar uma situação.
No fundo as sagitarianas são aquelas crianças que acreditam em tudo. Tem uma forma ingenua de ver o mundo o que pode acabar tornando-as presas fáceis para os conquistadores de plantão. Seu cérebro certeamente é agil e lógico. Mas ele não tem qualquer ligação com o seu coração que é tão indefeso quanto sua mente é inviolável.
AH! E sabe aquelas meninas que vem chegando lindas e esplendidas toda trabalhada na camera lenta e ai tropeça estabacada no chão? Pronto são elas. rsrs Até assim elas são encantadoras. O seu lado desastrado acaba se transformando uma espécie de espontaneidade avançada.
Mas no fim das contas a realidade é que elas tem profundas desconfianças de relacionamentos. Essa desconfiança, no entanto, não impede que ela seja do tipo que chora em filmes ou guarda todos os bilhetes que você ja enviou pra ela. As mulheres de sagitário só precisam que você as deixe viver por si próprias, sem se sentir aprisionada. Em troca ela lhe ofecerá todo o seu amor sincero e idealista. Secretamente ela esconde o fato de que esteve esperando por você: alguém com um belo sonho que pegou em sua mão para guiá-la até as estrelas.

29.5.11

você...

esquecer é tão difícil...dói. seu coração é de alguém indigno, falso e corrompido.
e mesmo assim o perfume dele está no ônibus, ele está online, ele está por toda parte...

ah, quisera eu jamais tê-lo conhecido! seria feliz.

21.5.11

Esperança


Esperança, à primeira vista, é uma palavra preguiçosa. Ela fica lá esperando, baita folga num banquinho na roça até que dê tudo certo. Não...a esperança não é preguiçosa, é erro pensarmos isso. A esperança é GUERREIRA. Como disse Andy Warhol, não é o tempo que muda as coisas, somos nós. E neste caminho de superação não basta ser forte - força eu tenho. O trabalho é árduo, exige concentração e amor, força de vontade, teimosia. Haverá recaídas, sim. Contudo, me reerguerei, com a ajuda do que está acima do meu conhecimento. Não suporto mais tanta dor, lágrimas e ver que estou morrendo aos poucos. Estou tentando mais uma vez ressuscitar minhas energias (energias de Energia...não vitalidade física). Essa semana comecei as caminhadas e as manchinhas (horríveis) de estresse emocional começaram a clarear :) Esperança.





um dia o Sol nascerá de novo. e esse dia será breve, breve.

finalizo com um poema dos meus favoritos, e que tem tudo a ver com o que estou sentindo. ele fala de esperança e do amor de Luís de Camões.


Busque Amor novas artes, novo engenho
Para matar-me, e novas esquivanças;
Que não pode tirar-me as esperanças,
Que mal me tirará o que eu não tenho.

Olhai de que esperanças me mantenho!
Vede que perigosas seguranças!
Pois não temo contrastes nem mudanças,
Andando em bravo mar, perdido o lenho.

Mas conquanto não pode haver desgosto
Onde esperança falta, lá me esconde
Amor um mal, que mata e não se vê.

Que dias há que na alma me tem posto
Um não sei quê, que nasce não sei onde;
Vem não sei como; e dói não sei porquê.

 
Luís Vaz de Camões, in "Sonetos"

20.5.11

Caminhar realmente faz bem...pensar em nada, observar as nuvens em forma de coração...que gostoso!

:)

18.5.11

my Black Swan


(só eu acesso meu blog....rsrs)

Ontem foi um dia frio, cinzento e doloroso, como tantos outros têm sido. O problema é quando as características de um dia nebuloso se transferem para dentro de nossas almas, pesando todo o corpo. O médico disse que tenho todas as características de umas doenças da moda, o 'estresse emocional' - o complemento é por minha conta. O que eu tenho senhores, não deve ser necessariamente uma doença, é uma fuga de mim, da realidade que acorrenta e dói. Como desfazer o passado e não temer o futuro? Essa fórmula reciclaria minha existência, preciso descobri-la.

Todos buscam a perfeição e me condenam por ser imperfeita. Não todos, mas as pedras que chegam acertam em cheio. Ninguém tem me chamado pra passear ou me achado minimamente interessante para um jantar, mas sempre que há um problema meus ouvidos são escolhidos: os cedo com carinho, mas continuo só em mim mesma.

Acordo há vários dias dominada por meu cisne negro. Aquele lado de sua alma que destrói e corrompe, odeia e mata. Nem os amigos atendem ligações mais, na verdade. Desisti do mestrado e de muitas coisas. E sinto falta de quem está longe. Só há uma forma de me livrar desse peso, e eu penso nisso todos os dias.



14.5.11

Uma mãe que entrega seu filho a Deus, não é uma simples mãe, é uma mãe coragem.
Olhar o sol nascer todos os dias e ver o mundo caminhar mesmo com seu coração estraçalhado, também é dom.
Dom de resignação, dom de poder compreender que há mais mistérios entre o céu e a terra que nós pobres mortais podemos compreender.
Dom de fé e coragem.
Com você, mãe de um filho que partiu, segue uma companheira constante, a SAUDADE.
Com você, grande mulher, segue uma certeza: MORRER NÃO É O FIM.
Mãe que dorme e acorda todos os dias com coragem suficiente para fortalecer sua familia, socorrer os aflitos, necessitados, abandonados; irmãos e amigos angustiados.
Mulher que carrega em si a força da vida. Mãe tão especial que consegue carregar uma cruz tão grande.
Mulher mãe, tu sabes que a força que tens vem do amor que tudo suporta. 

(autor desconhecido)

5.5.11

Sonhos

Esses dias com essas crises de enxaqueca apertam a lembrança dos dias que se foram, do Augusto, dos sonhos não-vividos. Preciso de coragem.



 uma linda canção para adormecer o dia e quem sabe, acordar amanhã com alegria de viver. e saudade.

Where are you now
an't you see me
Where are you now
Can't you hear me

Falling, trying
Searching, losing
Falling, trying
Searching, losing

Where is this land
We've built for us
Where are these streets
We've built for us

When I am laid
In Earth, in Earth
Can't you be there
Near me, near me

When I am laid
In Earth, in Earth
Can't you hold me,
can't you hold me
Please.

Meu jeito de ser mãe


A mãe com o signo lunar em Libra, além de ser profundamente elegante, tem uma aptidão nata para encontrar soluções diplomáticas. Interessada em artes e cultura, essa mãe é um exemplo a ser seguido sob vários aspectos.
É alguém com desejos de agradar, em todos os planos, e isso a torna uma ótima mãe. Mesmo tendo que se dedicar a cuidar dos filhos, ela ainda encontra tempo para se fazer bonita e interessante. Essa mãe é uma sedutora!
Este posicionamento lunar sugere uma pessoa que aprecia ver os dois lados de uma questão e que não se baseia apenas, pura e simplesmente nas emoções pessoais. Sendo uma pessoa movida por um forte senso de justiça, gosta de avaliar todos os lados, até mesmo em circunstâncias em que sairia aparentemente "ganhando". Com a Lua em Libra, pode vir a ser uma pessoa dotada de uma boa sensibilidade artística. No mínimo, de um bom senso do que é belo e do que não é esteticamente falando. Pode ter uma compulsão a querer manter o equilíbrio a todo custo - nem que seja só na aparência! A Lua em Libra também é mestre em evitar confrontos e fazer de conta que está tudo bem numa relação, quando é evidente que as coisas não vão bem.

29.4.11

Infinitos Puerpérios

Durante todos os dias, minuto a minuto as letras delineiam-se em meus pensamentos e formam palavras que não chegam a respirar. Descrever pensamentos é sacrificioso, ofício que traz apenas fadiga e algo como solidão. Ah...mas gostamos de presenciar o sofrer - ao vermos sua ida, sentimo-nos leves e sabemos valorizar a calmaria.

Alguns dias mais e será dia das mães. Afora toda maquinaria da mídia e marketing, realmente ser mãe é algo transcendental. Não chega a ser mágico porque é mais divino que uma alucinação. Viver é como ser mãe: há momentos de absoluta felicidade, como quando a vida que em verdade parte de sua alma (e de mais alguém que talvez não seja um dejeto humano...) move-se em seu ser; há momentos de dor - de um parto doloroso que pode trazer mais contentamento...ou um parto que traz ainda mais dor e perdas terrenas. E então, inicia-se o puerpério, quando a mulher tenta voltar ao estado original, adapta-se novamente para renovar o ciclo. Igualmente doído, mas supõe que ao final concretiza-se o bem-estar.

Às vezes acordo e penso que ainda estou nessa fase - em realidade e em sentimentos. Espertamente, muito de vez em vez, assomam lágrimas pequenas que escapam do caos. Outras vezes verdes, lençóis aconchegantes  me envolvem após orações matinais e tudo parece transcorrer em paz. E assim vive-se, em meio ao dilúvio, ao terror, ao sorriso das crianças e o andar inquieto dos idosos, nem tão cansados de viver quanto pensamos.

Acabei de perceber que não escrevi nada que havia planejado. Como no início relatei, as palavras voam tão logo aproam em nossos pensamentos...hei de saboreá-los ainda em meus puerpérios infinitos, os quais espero, não sejam mais tão tristes quanto os outros.

Ao som de Madame Butterfly - Puccini

18.4.11

teste (nem é vício...)

 

Que tipo de amiga você é?

resultado

Doadora
Você é daquelas amigas que se doam ao máximo em prol dos outros. Sempre está disposta a ajudar quando alguém precisa e, por isso, costuma ser a primeira pessoa que suas amigas procuram. Paciente, sempre ouve os problemas delas e ainda oferece bons conselhos. No entanto, para fazer o bem aos outros, muitas vezes se anula e não recebe colo quando é você quem precisa. Permitir-se expressar e ter seus desejos realizados de vez em quando faz parte da vida. Não tenha medo de se pôr em primeiro lugar. 

quer fazer também? olha no bolsademulher.com :)

Velhos pensamentos novos


É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,

Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos

Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,

Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.
É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,

Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,

Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se
desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,

Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,

Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
É proibido não buscar a felicidade,

Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

Pablo Neruda 

11.4.11

Idos de 2000...

desenterrei de velhos arquivos...só não sei o autor.

"De que serve viver tantos anos sem amor
Se viver é juntar desenganos de amor
Se eu morresse amanhã de manhã
Não faria falta a ninguém
Eu seria um enterro qualquer
Sem saudade, sem luto também
Ninguém telefona, ninguém
Ninguém me procura, ninguém
Eu grito e um eco responde: "ninguém!"
Se eu morresse amanhã de manhã
Minha falta ninguém sentiria
Do que eu fui, do que eu fiz
Ninguém se lembraria "

5.4.11

Responsabilidade é tomar decisão. Decidir é se envolver. Envolver-se é apaixonar-se. Seja responsável: apaixone-se.
 

31.3.11

45 lições


Recebi por e-mail algumas vezes essa mensagem, atribuída uma senhora idosa. Não sei bem a origem mas é muito válida e útil a todos nós. Espero que seja proveitosa a leitura e a reflexão, para mim e para quem tiver acesso.

1. A vida não é justa, mas ainda é boa.

2. Quando estiver em dúvida, dê somente o próximo passo, pequeno ...

3. A vida é muito curta para desperdiçá-la odiando alguém.

4. Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. Seus amigos e familiares cuidarão. Permaneça em contato.

5. Pague mensalmente seus cartões de crédito.

6. Você não tem que ganhar todas as vezes. Concorde em discordar.

7. Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho.

8. É bom ficar bravo com Deus. Ele pode suportar isso.

9. Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário.

10. Quanto a chocolate, é inútil resistir.
 
11. Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente.

12. É bom deixar suas crianças verem que você chora.

13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que é a jornada deles.

14. Se um relacionamento tiver que ser um segredo, você não deveria entrar nele.

15. Tudo pode mudar num piscar de olhos. Mas não se preocupe; Deus nunca pisca.

16. Respire fundo. Isso acalma a mente.

17. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre.

18. Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte.

19. Nunca é muito tarde para ter uma infância feliz. Mas a segunda vez é por sua conta e ninguém mais.

20. Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.

21. Acenda as velas, use os lençóis bonitos, use roupa chic. Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial.

22. Prepare-se mais do que o necessário, depois siga com o fluxo.

23. Seja excêntrico agora. Não espere pela velhice para vestir roxo.

24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.

25.. Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você..

26. Enquadre todos os assim chamados "desastres" com estas palavras
'Em cinco anos, isto importará?'

27. Sempre escolha a vida.

28. Perdoe tudo de todo mundo.

29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta.

30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo..

31. Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará.

32. Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso.

33. Acredite em milagres.

34. Deus ama você porque ele é Deus, não por causa de qualquer coisa que você fez ou não fez.

35. Não faça auditoria na vida. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora.

36. Envelhecer ganha da alternativa -- morrer jovem.

37. Suas crianças têm apenas uma infância.

38. Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou.

39. Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os lugares.

40. Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os outros como eles são, nós pegaríamos nossos mesmos problemas de volta.

41. A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.

42. O melhor ainda está por vir.

43. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça.

44. Produza!

45. A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente.

27.3.11

everything dies...

 "now I hate myself, wish I'd die."





eu compreendo de modo particular porque algumas pessoas desistem da vida. desistir da vida não é necessariamente tirá-la por meio do suicídio, coisa que sou covarde demais para fazer. desistir da vida pode configurar percebê-la em dimensões tão mortas que ela perde finalmente a cor e o sentido. não vive-se: andamos, comemos, falamos e fingimos um bem-estar cordial para manter as aparências, mas ESTAMOS MORTOS. assim me sinto, num vazio que já se torna enfadonho. esses dias tem sido insuportáveis, uma solidão que só não é mais lancinante que todo um passado para lembrar e relembrar. depressão? não, isso é demasiado moderno. o nome disso é perda, é morte. em uma das suas facetas não tão terríveis. queria poder contar ou compartilhar meus dias e meus medos e rejeições aqui, mas poucos compreenderiam. tampouco faria diferença, afinal. meu último dia vivido há muito tempo atrás, percebo com um vívido descontentamento.

não tenham dó de ninguém, isso é degradante. apenas amem quem é suficientemente bom para ser amado.

16.3.11

good things should never end...


- by Ryotiras

kiss from a rose

You remain my power, my pleasure, my pain
To me, you're like a growing
Addiction that I can't deny
Won't you tell me, is that healthy, baby?
But did you know that when it snows
My eyes become larger
And the light that you shine can be seen? 

- Seal

28.2.11

amor

28 e fevereiro: hora de guardar as lágrimas e acreditar que você está em um lugar melhor. aqui continuo, bravamente e covardemente. eu amo você.
 
 

27.2.11

Epitáfio


não devemos tolerar a diferença, devemos amar o outro como se fosse nosso eu, sem preconceitos e sem causar dores através do gracejo e da piedade. o que as pessoas precisam é de amor, vida, oportunidades de mostrar o que há por dentro, por detrás de espessas paredes de amargura e feridas.


"Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais e até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer
Queria ter aceitado as pessoas como elas são
Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...
Devia ter complicado menos, trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos com problemas pequenos
Ter morrido de amor
Queria ter aceitado a vida como ela é
A cada um cabe alegrias e a tristeza que vier
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído?
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...
Devia ter complicado menos, trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr."


25.2.11

Personalidades


Quem me conhece sabe que eu tenho verdadeira obcessão por testes. Alguns são legais, outros meio randômicos. Eu diria que esse fica em um meio-termo. Teste das Cores, ENJOY!

Link: http://www.bne.com.br/cores/default.asp

Meu resultado:
Como você opera, age, frente aos seus objetivos e desejos:
Ocupa-se fácil e rapidamente com qualquer coisa estimulante. Preocupado com coisas de natureza intensamente emocionantes, sejam elas estimuladas por erotismo ou por outro meio. Quer ser considerado como sua personalidade emocionante e interessante, com influência totalmente encantadora e impressionante. Usa táticas inteligentemente para não prejudicar suas possibilidades de sucesso ou solapar a confiança adquirida.

Suas preferências reais:
Busca seus objetivos e seu interesse pessoal com obstinada determinação; recusa-se a meios-termos ou a fazer concessões.

Sua situação real:
Tem altas exigências emocionais e está disposto a envolver-se numa relação íntima, mas sem grande profundidade de sentimento.

O que você quer evitar:
Interpretação fisiológica: Tensão resultante do esforço para ocultar preocupação e ansiedade sob um manto de autoconfiança e despreocupação . Interpretação psicológica: A situação atual é desagradável. Sente-se solitário e inseguro, já que tem uma necessidade insatisfeita de se aliar a outros cujos padrões sejam tão elevados quanto os seus, e quer sobressair acima do comum. Esta sensação de isolamento exagera a necessidade, transformando-a num impulso irresistível, ainda mais perturbador para sua auto-suficiência devido ao controle que normalmente se impõe. Como quer demonstrar a qualidade singular do seu próprio caráter, tenta esconder a falta que sente da presença de outras pessoas e finge uma atitude de despreocupada autoconfiança para ocultar seu medo de desajustes, tratando com desprezo os que criticam seu comportamento. Todavia, debaixo dessa aparência de indiferença, realmente anseia pela aprovação e estima dos outros. Em suma: Desapontamento aparentando indiferença.

Seu problema real:
Grandemente impressionado pelo que é singular, original e por pessoas de características notáveis. Procura assimilar as qualidades que admira e demonstra originalidade em sua própria personalidade.


ps.: discordo de 72% disso.

22.2.11

The end is not as fun as the start


hoje queria você aqui comigo. e tudo mais que queria dizer estou dizendo aqui dentro, aqui fora com olhos úmidos e coração doído. mas sei que você está em um lugar bom e eu continuarei, de alguma forma. só não quero ficar sozinha.


8.2.11

Jim Parsons em linda campanha :)

Olhos fechados para não ver

"[...] Se eu to alegre
Eu ponho os óculos e vejo tudo bem
Mas se eu to triste eu tiro os óculos
Eu não vejo ninguém
[...]
Por que você não olha pra mim?
Por que você diz sempre que não?
Por que você não olha pra mim?
Por trás dessa lente tambem bate um coração." 

Paralamas do Sucesso - Óculos

7.2.11

Geração pós moderna, por Frei Betto


Transcrevo um texto publicado na Folha de São Paulo em 12 de junho de 2007, escrito por Frei Betto, autor instigante. A crítica feita é primorosa e vai de encontro às mazelas que nossa sociedade - vazia - enche-se e acaba por definhar: ostentação demasiada à beleza e bens materiais em detrimento de valores morais/sociais e auxílio ao próximo, só para dar início a uma lista infindável. Espero que degustem e reflitam, assim como o fiz - ou tentei.


"A pós-modernidade não nega a modernidade; antes, celebra suas conquistas, como o positivismo entranhado nas ciências, a razão tecnocientífica a pontificar sobre a intuição e a inteligência, o triunfo do capitalismo em suas versões neoliberal e, agora, neofascista, contrapondo, por via da guerra, o fundamentalismo econômico – o capital como valor supremo – ao fundamentalismo religioso.

Frente ao darwinismo socioeconômico, a cultura mergulha em profunda crise. Os valores monetários do mercado se sobrepõem aos valores morais da ética. Os grandes relatos se calam, a história como processo se desacelera, as ideologias críticas agonizam. O futuro recua perante o imperativo de perenização do presente. Tudo se congela nessa idéia absurda de que a vida é ‘aqui e agora’. A velhice é encarada como doença e a morte como abominação. A felicidade é reduzida à soma de prazeres e os bens finitos mais cobiçados que os infinitos.

Sabe-se o que não se quer, não o que se quer. As utopias ruíram com o Muro de Berlim. Maio de 68 não logrou expandir-se além das fronteiras do corpo liberto do peso da culpa. Os projetos revolucionários quedaram como a estampa do Che pregada na parede ou reproduzida na camiseta. “E há tempos nem os santos têm ao certo / a medida da maldade. / Há tempos são os jovens que adoecem. / Há tempos o encanto está ausente. / E há ferrugem nos sorrisos. / E só o acaso estende os braços / a quem procura abrigo e proteção,“ canta Renato Russo.

Hegel nos ensinou a pensar a realidade e seu discípulo, Marx, a transformá-la. Esqueceram-se do ensinamento bíblico de que é preciso mudar o coração de pedra em coração de carne. O novo, na ciência e na técnica, não fez novo o coração humano, agora assolado pelo sentimento de impotência, de fatalismo, de cinismo. É a cultura do grande vazio respirada pelos jovens de hoje. Caminham de Prometeu a Narciso e, no meio do percurso, deixam à margem o heroísmo de Sísifo. Não lhes importa que a pedra role ladeira abaixo, importa é desfrutar da  vida.

Capitulados diante das exigências de construir o novo, olvidados Hegel e Marx, as mudanças históricas sonhadas por minha geração de 68 agora se resumem ao corpo, à moda, aos gostos e caprichos individuais. Na prateleira, a literatura libertária é substituída por esoterismo, astrologia e auto-ajuda. Já que a sociedade é imutável, há que desfrutá-la. E já que não se pode mudar o mundo, ao menos há que encontrar terapias literárias que sirvam de vacina contra um profundo sentimento de frustração e derrota.

Na ânsia de eternizar o presente, buscam-se artifícios que prolonguem a vida: malhação, dietas, vitaminas, cirurgias estéticas etc. Urge manter-se eternamente jovem. Velhice, rugas, obesidade, cabelos brancos, músculos flácidos, perda de vigor juvenil e beleza física,  eis os fantasmas que amedrontam a alma lúdica, luxuriosa, de quem não sabe o  rumo a imprimir à existência. Como apregoa o Manifesto Hedonista (E. Guisan  1990), “o gozo é o alfa e o ômega, o princípio e o fim.”

Privatiza-se o existir, encerra-se num individualismo que se gaba de sua indiferença frente aos dramas alheios, e predomina a insensibilidade às questões coletivas. A ética cede lugar à estética. A política é encarada com nojo e, a vida, como um videoclipe anabolizado por dinheiro, fama e beleza.

Surge a primeira geração sem culpa, despolitizada de compromissos, repleta de jovens entediados, céticos, insatisfeitos, fragmentados. Geração de reduzida capacidade de maravilhar-se, entusiasmar-se, comprometer-se. Uma geração desencantada: "Vivo en el número siete, / calle Melancolia, / quiero mudarme hace años / al barrio de la alegria. / Pero siempre que lo intento, / ha salido ya el tranvía / y en la escalera me siento, / a silbar mi melodía" (J.Sabina).

Agora cada um tem a sua verdade e ninguém se incomoda com a verdade do outro. Nem se deixa questionar por ela. O diálogo face a face é descartado em favor do diálogo virtual via internet, onde cada parceiro pode fingir o que não é e disfarçar sua baixa auto-estima. Nas relações pessoais, inverte-se o itinerário de minha geração, que ia do amor ao sexo; agora, vai-se do sexo ao sexo, na esperança de que, súbito, desponte o milagre do amor.

Nesse nebuloso mundo pós-moderno, a visão é obscurecida. Perde-se a dimensão da floresta, avista-se apenas uma ou outra árvore. Assim, fica-se indignado com a violência urbana e clama-se pela redução da maioridade penal e pela pena de morte. Quem se indigna com a violência estrutural de uma nação que condena milhões de jovens à desescolarização precoce e ao desemprego?

Vale de (mau) exemplo a Justiça de Bush, que condenou a 100 anos de prisão o soldado que, no Iraque, estuprou e matou uma jovem de 14 anos. Enquanto isso, a chuva de bombas made in USA tira a vida de 700 mil iraquianos, sem distinguir inocentes, crianças e idosos. Quem haverá de pagar por tamanha atrocidade?"

6.2.11

linhas sensíveis


Existem horas que a tristeza aperta tão fortemente o peito que as lágrimas descem a qualquer momento e sem qualquer razão convincente a não ser tudo, tudo em seu somatório de caos e desgraça.

se eu pudesse eu sumiria. esses dias tem sido regados com um degradante cheiro de morte e tonteira, mesclados a pequenas epifanias estéreis que não resolvem nada, em absoluto.

decidi não contar mais, fechei minhas pétalas para alguns universos. se você não é convidada para sair, saia sozinha e delicie-se com sua sólida solidão e o fato de há mais de um ano ter sido cortejada por zero indivíduos - salvo exceção dolorosa. é o que fiz e provavelmente terei que perpetuar como nota comportamental. sabe o que é engraçado de relacionamentos? caso você saia com amigos ou ficante ou aliens você PRECISA estar feliz e bem para satisfazer a mesa. depressivos não são bem vindos, sua desesperadora sinceridade com o que desfaz a vida é digna de nojo. taí! é por isso que não me chamam para sair, desvendei o busílis.

poema que me define - definitivamente, embora espero que não em caráter ad infinitum:

"Cobre-lhe a fria palidez do rosto
O sendal da tristeza que a desola;
Chora - o orvalho do pranto lhe perola
As faces maceradas de desgosto.

Quando o rosário de seu pranto rola,
Das brancas rosas do seu triste rosto
Que rolam murchas como um sol já posto
Um perfume de lágrimas se evola.

Tenta às vezes, porém, nervosa e louca
Esquecer por momento a mágoa intensa
Arrancando um sorriso à flor da boca.

Mas volta logo um negro desconforto,
Bela na Dor, sublime na Descrença.
Como Jesus a soluçar no Horto!"

(Augusto dos Anjos - "Sofredora")


mundo, eu te odeio. sem mais.

30.1.11

Like a Stone [2]


In your house I long to be
Room by room patiently
I'll wait for you there
Like a stone I'll wait for you there
Alone.


algo aconteceu hoje. talvez o rio esteja mais caudaloso e eu passei por ele com mais força. mas continuo amando você e você continuará não me amando. é curioso como a vida minuceia torto por linhas tortas.

23.1.11

so...

eu tenho medo. não queria estar só ou morrer só. eu queria que os sonhos fossem reais - não os pesadelos.

18.1.11

Devo acreditar ou me perder?


Hoje, novamente, vou desabafar com minhas mãos...quero falar, gritar e sussurrar...do que sinto e do que desejo.

~//~

Caso você esteja lendo essas linhas e more em Belo Horizonte, faça um favor a si mesmo e ao próximo: doe roupas ou/e alimentos na Cruz Vermelha (fica ali na Alameda Ezequiel Dias, atrás do Parque Municipal). Ao ver tanta tragédia, pessoas morrendo no Rio e no sul de Minas, acho impossível não comover-se (eu choro mesmo, é triste demais o que está acontecendo) e sentir vontade de ajudar. Acredite, ajudando o outro você SE ajuda!! Sempre que posso faço trabalho voluntário e me sinto sempre feliz com os resultados. Ver alguém sorrir por algo tão pequeno que você fez é a melhor recompensa para essa vida desditosa.

~//~

Hoje eu queria abraço, queria carinho, queria amor, queria saúde, queria paz. Eu lembro da época de escola que aprendíamos que o subjuntivo indica hipótese: QUERIA. E definitivamente, leitores quase fantasmas, querer não é poder.

Queria também essa blusa lindinha que só vende em formas que sou imbecil demais para saber pagar $:


Queria que as chuvas não castigassem tanto aquelas pessoas e elas pudessem se restabelecer...por outro viés sinto-me revigorada ao ver tantos heróis ali, desbravando o improvável, fazendo o impossível.

Hoje estou querendo demais, eu sei...mas isso é porque me faltam esperanças, me falta eu. Estou só em mim, vaga e triste.

9.1.11

Tudo o que eu não quero...

é não ser amada.



o que eu quero? ser mais que um corpo.
'say my name...'

7.1.11

Da periculosidade da vida

divagações pessoais hoje...voltando-me à função primordial dos blogs em falta de outros ouvidos para escutar minhas angústias.




qual a sensação de ser evitado? eu digo: não é nada boa. quando alguém que você considera e se importa ignora seus recados - sabe-se lá porquê - o coração fica tão apertado! amigos deviam ser para contar em todos os momentos...mas isso é muito egoísta. pode ser que na hora que você mais precise que ele te ouça "Ei, hoje eu quero, preciso me abrir! ESCUTE-ME!", nessa hora ele não estará ali. Não vai poder te escutar ou simplesmente não vai querer...essa semana tenho sofrido muito por isso e gostaria de curar essa cicatriz. Desprezo dói, principalmente quando ele não faz o menor sentido.

e família? nossa...eu tenho tantos amigos com famílias estruturadas ou com problemas não tão mórbidos (que eu saiba). pergunto-me quantas pessoas sentem falta dessa união, desse apego ou desse amor...sim, hoje chorei não só pelo desprezo de alguém que gosto mas também pelo desprezo da minha mãe. senti o sangue escorrendo corpo afora enquanto ela dizia as palavras mais cruéis, mais impensadas...lembrei de duas coisas: a última vez que me lembro de um afago, de proteção, quando era pequena...uns oito anos. naquele dia eu deitei no colo dela e ela fez carinho no meu cabelo (o tipo mais gostoso!) e eu me senti protegida...protegida do trabalho que eu já fazia ou das pessoas que me excomungavam... lembrei também quando saí de casa, com os olhos doídos de lágrimas, pensando no tanto que meu coração estava machucado por aqueles anos de sofrimento sem sentido!

esses dias têm sido tão estranhos...sofro por tudo e sofro por nada. queria alguém para me proteger, para conversar de noite, para eu cuidar também...mas ando perdendo as esperanças disso também. nem sei se dou conta de continuar estudando, dinheiro é duro nessa idade! eu não quero estar sozinha nessa vida! é nessas horas que sinto falta do meu pequeno, que sempre me ouvia de noite...ai que tristeza! não quero mais chorar assim também, mas como?

mesmo desabafos não tiram as pedras do coração...ou resolvem os problemas. por isso tenho dificuldades em me abrir, é tão busílico. hoje queria dormir abraçada com um alguém especial, não me sentir tão só...

sobre o título do post: eu realmente acho que algumas pessoas deviam ganhar insalubridade por viver. esse mundo é injusto demais, até o sofrimento é mal distribuído! (não falo por mim, seria egoísta demais)

Tiefe Brunnen muss man graben
Wenn man klares Wasser will
Rosenrot, oh rosenrot
Tiefe Wasser sind nicht stil.


5.1.11

e agora Josefa?

“Desistir... eu já pensei seriamente nisso, mas nunca me levei realmente a sério; é que tem mais chão nos meus olhos do que cansaço nas minhas pernas, mais esperança nos meus passos, do que tristeza nos meus ombros, mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça.”

3.1.11

Dias horríveis


uma boa lição de vida...num péssimo dia. eu queria estraçalhar todos os homens que estupram mulheres. MALDITOS! não tenho palavras para descrever meu nojo, meu asco.


2.1.11

Mapa Astral e conselhos para 2011


2011! Apesar de não ter entrado nele com a energia e otimismo que deveria, cá estou nele. Como disse antes, mesmas dores, tristezas, angústias e decepções. Quem sabe esse ano não traga reconstrução, amor, superação? Não sei e não espero, apenas me arrasto.

Vou registrar parte do meu mapa astral que obtive de um ótimo site, o Personare (indicação da Ana!). Achei que tem realmente muito em comum, só quero mesmo registrar para lê-lo outras vezes. Antes disso quero dar um conselho para esse início de ano. Não sou de aconselhar ou dar dicas, mesmo porque sou cheia de problemas e conflitos e não me enxergo em posição de doar conhecimento, mas se tem uma coisa que eu entendo é a respeito de limpeza e organização! Claro que no meu caso é meio doentio, mas vou aconselhar saudavelmente :)

Vi nesse mesmo site citado dicas de feng shui e outras sobre organizar armários, gavetas e cômodos para a energia circular melhor e nos livrarmos de toda negatividade e empecilho que coisas velhas e desgastadas nos trazem. Isso é um fato: harmonize-se abrindo-se para o novo e deixa a velharia para trás. Ao menos em nível material podemos tentar fazer isso...eu recomendo. Já em nível espiritual ainda não me arrisco: há muita velharia aqui dentro ainda.

Dicas que gostei mais e recomendo (pois esse fim de semana antes do ano novo fiz isso, organizei minhas coisas, arrumei meu guarda-roupa e doei dois sacos de roupas e acessórios bons que não gosto ou não uso mais: alívio e alegre por ajudar!)

"[...] é necessário notar os excessos e livrar-se deles com sabedoria. Aqui estão alguns exemplos:
  • objetos não utilizados
  • coisas quebradas
  • presentes indesejados
  • roupas, sapatos, meias, bolsas, acessórios que não servem ou que você não usa
  • revistas, jornais, cadernos, apostilas, receitas
  • remédios, maquiagem, alimentos e temperos vencidos"
Bom, né? Faça isso e sinta-se melhor e mais harmonizado no seu cantinho, na sua casa, no seu escritório!

 Mujer llorando - Fernando Botero

Meu mapa astral! (caso queira ver o seu mini também, é só entrar no site abaixo indicado)


"De acordo com seu horário de nascimento, Camila, seu signo ascendente era Capricórnio, que confere um pouco mais de firmeza e senso de realidade ao geralmente endoidecido signo de Sagitário. Aí está a explicação do porquê você não ser uma pessoa tão "aventureira" e "enérgica" como dizem que Sagitário é: Capricórnio lhe dá maturidade, concentração de energias, prudência e até bastante desconfiança... e um sólido "pé no chão". É bastante provável que você venha a ter uma vida com muitas experiências precoces, como se um ano fosse dez. Capricórnio é quase sempre um tipo que amadurece rápido porque acorda pra vida cedo, e Sagitário é altamente viajante, tanto no sentido físico quanto no psíquico, e costuma aproveitar as oportunidades que surgem, vivendo a vida ao máximo.

Capricórnio no ascendente confere uma qualidade sóbria ao geralmente "alegrinho" Sagitário, pelo menos no que diz respeito ao aspecto social. No fundo, você é uma pessoa que continua tendo muita fé e certeza de que tudo faz sentido, mas na aparência tem um lado "realista" que usa como uma excelente máscara de defesa. Conquista e cativa as pessoas com esta aparência responsável.

Tem um excelente senso de oportunidade e um desejo de vencer no mundo material. Dinheiro termina sendo algo muito importante para você, e você sabe como ganhá-lo, sabe a quem deve se unir. Tem um senso político muito desenvolvido e isso pode parecer, para algumas pessoas, um perfil "interesseiro". Sente também uma necessidade de se proteger, de eventualmente se isolar. Também sente uma grande necessidade de ajudar os outros, de se dedicar a quem sofre, e é bem possível que venha a atuar em organizações que precisam de voluntários, ou mesmo com gente doente e sofredora. Você dá a estas pessoas não apenas sentido para a vida (Sagitário) como também exemplos de que persistindo tudo muda (Capricórnio).

A combinação da Terra com o Fogo dá o tipo "trator", altamente realizador, que quando estabelece uma meta não descansa até realizá-la, muito embora tenha um ritmo mais lento e só conquista as coisas com muito sacrifício. Mas você agüenta. Se há algo que você não tem medo, Camila, é de trabalho, muito pelo contrário: você o deseja. E, sendo tão responsável, dificilmente não terá uma ocupação sólida, que lhe garanta sua tão almejada estabilidade."

Fonte