2.5.10

Sofríveis pensamentos...

"Never knew I could feel like this
Like I've never seen the sky before
I want to vanish inside your kiss."


Pensar em como a solidão esfria meus dias é como tecer infinitas linhas com agulhas pontiagudas, que teimam em repisar as já rubras feridas. Você foi o mais terrível dos busílis, pois trouxe alento e dor; ósculos - vazios ao que percebo - , e um pequeno adeus para toda a eternidade. Pergunto-me, em vã tentativa de digerir a sofrível sensação de abandono: o que é eterno? O que é?Nada ressoa de forma tão fúnebre como aqueles dias em que o chão deixou de estar sob meus pés. 


A solidão não é um mal, eu digo.Mal é sentir-só estando acompanhado. O que enfrento hoje, os embróglios que se me apresentam são tão maiores e mais vistosos que a dor de não tê-lo mais, que apenas aceito meu luto e sigo a margem do rio. Espero que o que me aguarda ao final deste breve e tortuoso caminho não seja tão aperolado quanto as lágrimas que dispensei ao sonhar você.

Ö()~

Um comentário:

Rodrigo disse...

Camiletz. Baseado no conjunto de postagens que tenho lido através do seu blog, percebo um espirito comum: um pouco de tristeza e solidão. Te proponho o seguinte: Publique, a cada dois post's, um post com sua tendência natural a obscuridade(leia-se goticismo habitual) e um post sobre algo alegre e festivo, algo que faça bem a você. Quem sabe assim, vejo alguem sendo mais feliz?

Te quero bem.

beijo